Blogger Layouts

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

TORTA DE ABACAXI COM BEIJINHO

MASSA
1 ¼ xícara (chá) de farinha de trigo
½ xícara (chá) de açúcar
3 colheres (sopa) de margarina
1 ovo
1 colher (sopa) de leite


RECHEIO
1 abacaxi descascado e cortado em cubos pequenos
2 colheres (sopa) de margarina
3 colheres (sopa) de açúcar
1 rama de canela
2 cravos-da-índia
1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de coco ralado


MODO DE PREPARAR

MASSA

1. Em um recipiente, coloque a farinha, o açúcar, acrescente a margarina e misture com os dedos até formar uma farofa.
2. Junte o ovo, o leite e mexa até obter uma massa lisa e homogênea.
3.Cubra e deixe descansar na geladeira por 15 minutos.

RECHEIO
1. Em uma panela, misture o abacaxi, 1 colher (sopa) de margarina, o açúcar, o cravo e a canela.
2. Leve ao fogo brando, mexendo sempre até o abacaxi murchar.
3. Retire a canela, o cravo e reserve.
4. Em outra panela, misture o leite condensado, o coco ralado e a margarina restante. 5. Leve ao fogo brando e mexa até engrossar.

MONTAGEM
1. Com um rolo, abra a massa e forre uma forma média redonda de fundo removível.
2. Fure com um garfo e asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por 20 minutos.
3. Retire do forno, coloque o beijinho, o abacaxi por cima e volte ao forno para gratinar, por cerca de 10 minutos.
4. Retire do forno, deixe esfriar e desenforme.

(Do site Itabom) - é uma delícia!!! 

domingo, 23 de janeiro de 2011

FILÉ MIGNON RECHEADO COM PRESUNTO CRU E SHITAKE

1 dente de alho picadinho
200 g de shitake em fatias finas
1/4 de xícara (chá) de conhaque
1 pedaço central e limpíssimo de 800 g de filé mignon
- suco de 1 limão
50 g de queijo parmesão ralado
10 folhas de sálvia
8 filhinhas de manjericão
1 ramo pequeno de alecrim
2 ramos de tomilho
8 fatias de presunto cru
1/2 xícara (chá) de vinho branco
- azeite de oliva espanhol
- sal e pimenta-do-reino

MODO DE PREPARAR

1. Numa frigideira média, aqueça um fio de azeite de oliva espanhol, junte o alho, espere perfumar.
2. Adicione o cogumelo, um pouquinho de sal e cozinhe em fogo baixo por uns 10 minutos, até que esteja macio, ligeiramente dourado e o líquido tenha secado.
3. Acerte o sal e a pimenta e deixe esfriar.
4. Com uma faca afiada, e fazendo movimentos em espiral, abra a carne, no sentido do comprimento, buscando obter uma manta retangular, como um bife retangular e bem grande, depois bata com batedor para conseguir uma espessura uniforme.
5. Polvilhe a carne com sal e pimenta dos dois lados, regue um dos lados com o conhaque, o suco de limão e uma fina camada de azeite.
6. Por cima espalhe o queijo, as folhinhas de sálvia, manjericão, alecrim e tomilho, o cogumelo e cubra com as fatias de presunto.
7. Enrole a carne como um rocambole e amarre com barbante para virmar e não desenrolar, reserve.
8. Aqueça o forno a 200°C (médio alto).
9. Aqueça um fio de azeite numa assadeira pequena ou numa panela média que possa ir ao forno e doure a carne de todos os lados.
10. Leve a assadeira ao forno por uns 20 minutos até que, enfiando uma faca ou agulha bem no centro, suba um líquido rosado e a lâmina saia morna (a carne estará no ponto, bem rosada por dentro).
11. Transfira a carne para um prato e deixe descansar uns 10 minutos antes de cortar.
12. Enquanto isto, coloque o vinho branco na assadeira e leve diretamente ao fogo, raspando com uma colher de pau para soltar o que estiver grudadinho no fundo.
13. Deixe o molhinho reduzir por uns 5 minutos, ajuste o sal e a pimenta e sirva com a carne.

FONTE: Heloísa Bacellar - chef do restaurante Lá na Venda

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

BOLO DE IOGURTE BLUE GARDENIA

2 xícaras (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
3 ovos
1 pote de iogurte natural
1/2 copo de óleo
1 colher (sopa) de fermento em pó
- canela e açúcar para polvilhar

MODO DE PREPARAR

1. Bata no liquidificador os ovos, o iogurte e o óleo.
2. Retire do liquidificador e adicione a farinha, o açúcar e o fermento mexendo levemente.
3. Leve para assar em forno pre-aquecido por 30 a 40 minutos, numa forma untada e polvilhada de açúcar e canela.

Recebi esta receita de minha amiga Esterlita. Ela havia comido o bolo na loja Blue Gardenia e, como gostou, pediu a receita - uma delícia!!!



terça-feira, 11 de janeiro de 2011

BATATAS FRITAS

Se você não resiste às deliciosas batatas fritas e depois fica com culpa, saiba que não está só... Veja o que Walcyr Carrasco escreveu na última Vejinha:

"Sempre prometo a mim mesmo fugir das batatas fritas.
É uma constante intenção de Ano-Novo, quando, de olhos culpados diante do espelho, resolvo eliminar os alimentos gordurosos.
Durante os dias, semanas e meses seguintes, fortaleço minha decisão: adeus, batatas fritas!
Basta um minuto para a derrocada. No restaurante, abro o cardápio e pergunto, como se não soubesse:
- O que acompanha o filé?
- Fritas. Mas, se quiser, posso trocar por legumes cozidos - afirma o maître.
Quem nesta terra prefere uma porção de legumes às infernais fritas?
Digo a mim mesmo: "Só desta vez".
- Pode ser com fritas mesmo.
Tudo falsidade.
Nem faço questão do filé.
Quero as delícias crocantes.
Quando chegam, me atiro sobre elas.
Como com as mãos.
Há coisa mais deliciosa do que pegar as batatinhas com os dedos, esquecendo o garfo e os manuais de boas maneiras?
Qual o segredo das batatas fritas?
Como se tornaram um dos nossos prazeres mais culposos?
Acredita-se que tenham sido criadas na França, pátria do colesterol.
Há um livro de receitas, "Les Soupers de La Cour", de 1758, que já menciona as safadas.
Para corroborar a origem, em inglês fala-se de "french fries".
Mas um historiador, Jo Gerard, afirma que em 1681 já se fritavam batatas na região da atual Bélgica. A Espanha também reivindica a primazia.
As primeiras batatas teriam sido fritas por ninguém menos que Santa Tereza d'Ávila. Humm... se a santa pode, por que eu não posso?
Durante séculos comeram-se as batatas inocentemente.
Mas vivemos sob o jugo das descobertas médicas.
Tornaram-se perigosíssimas, por causa do alto índice de gordura.
Atualmente, diante de uma porção de fritas, penso horrorizado em colesterol, obesidade e nos cavaleiros do Apocalipse! Mas hambúrguer sem fritas, impossível! Filé, chope?
Quando estive na Inglaterra, no ano passado, um amigo inglês me apresentou o prato típico: fish and chips.
Ou seja, uma espécie de peixe à milanesa com batatas fritas.
Encontra-se em qualquer restaurante, por mais simples que seja, a preços módicos.
Durante a semana em que estive por lá, devorei dezenas de peixes e quilos de batata.
Antes só botava mostarda e ketchup. Na Inglaterra, descobri que ficam deliciosas com vinagre.
Ganhei uns 3 quilos de barriga e uma tonelada de culpa.
Ó, por que me rendi às batatas fritas?  gemo, quando tento fechar o botão rebelde do umbigo do último paletó que talvez me sirva.
Mas no fundo sinto uma pontada de prazer. O que seria da vida sem batata frita?
Vários restaurantes franceses de São Paulo oferecem outra variável: mexilhões com fritas.
Perguntei-me: Será que combinam? 
Pedi e me maravilhei.
Nasceram um para o outro!
A batata frita já produziu descendência, tão engordativa quanto a original.
Falo das "potato chips".
Aquelas que vêm em saquinhos, bem fininhas, fritinhas e crocantes.
Quem nunca entrou num hotel, abriu o frigobar e devorou um saquinho inteiro antes do jantar? Salgadinhas, deliciosas e traiçoeiras, sempre prontas para dar o bote no regime!
Soube que surgiram em um restaurante de Nova York, quando o cliente devolveu seu prato de batatas por estarem muito grossas.
O chef, irritado, cortou-as em lâminas e as atirou novamente na frigideira.
Fininhas e crocantes, fizeram história.
Eu confesso: se abro um saquinho de chips, devoro até o final.
E pronto.
Neste ano me poupei de promessas que não vou cumprir.
Pretendo aproveitar os pequenos prazeres da vida.
Que venham as fritas!
Abaixo a culpa!"




quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

BAURÚ DE FORNO

4 ovos
1 ½ xícara (chá) de azeite de oliva
1 ½ xícara (chá) de leite
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
200 g de presunto cortado em fatias
1 tomate sem pele e sem sementes picado
200 g de queijo tipo mussarela cortado em fatias
- Orégano
a gosto

½ xícara (chá) de farinha de rosca
½ xícara (chá) de queijo tipo parmesão ralado
- Manteiga e farinha de rosca para untar e enfarinhar a assadeira

MODO DE PREPARAR


1. Bata no liquidificador os ovos, o azeite, o leite, a farinha de trigo e o sal até que fique homogêneo.

2. Despeje em uma tigela, acrescente o fermento e misture.

3. Coloque metade da massa em uma assadeira untada e enfarinhada.

4. Cubra com as fatias de presunto, o tomate e, por fim, o queijo tipo mussarela.

5. Despeje o restante da massa de maneira que cubra todo o recheio.

6. Misture em uma tigela a farinha de rosca, o queijo tipo parmesão e salpique sobre a massa.

7. Leve para assar no forno preaquecido (200 ºC) por cerca de 30 minutos ou até que fique dourado.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

BRIGADEIRO DE CAPUCCINO

1 lata de leite condensado
4 colheres (sopa) de cappuccino
1 colher (sopa) de manteiga
1 xícara (chá) de leite em pó
- confeitos de açúcar para decorar


MODO DE PREPARAR

1. Em uma panela, coloque o leite condensado, o cappuccino e a manteiga.

2. Leve ao fogo, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela.

3. Desligue, transfira para um prato untado e deixe esfriar.

4. Faça pequenas bolas com a massa de cappuccino e passe pelo leite em pó.

5. Coloque em forminhas para docinhos e decore com os confeitos de açúcar.

(Se preferir, passe os docinhos no chocolate granulado em substituição ao leite em pó.)

domingo, 2 de janeiro de 2011

ALMÔNDEGAS DE FRANK SINATRA



2 ovos
1/2 xícara (chá) de água
1 xícara (chá) de pão amanhecido esmigalhado
- sal e pimenta-do-reino a gosto
1 dente de alho picado
350 gramas de patinho moído duas vezes
100 gramas de carne de porco moída
1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
- azeite de oliva para fritar



MODO DE PREPARAR

1. Em uma tigela, misture os ovos, a água e o pão amanhecido, tempere com sal, pimenta-do-reino e o alho picado e deixe repousar por dez minutos.

2. Em outra tigela, misture a carne bovina, a suína e o queijo ralado até que fique uma mistura bem homogênea.

3. Em seguida, junte as carnes à mistura de ovos e pão previamente preparada.

4. Molhe as mãos e faça as almôndegas, não muito grandes e levemente achatadas.

5. Numa frigideira, aqueça o azeite e frite as almôndegas de ambos os lados até formarem uma crosta.
(Do livro "Fama à Mesa", do professor da UFRJ Fabiano Dalla Bona)

FELIZ ANO NOVO!!!

Desejo a todos um ano repleto de alegrias e realizações. Que haja paz, saúde, amor e muitos sonhos realizados.

Abraços.